Foto: Reportagem / BJ1

Na manhã desta quinta-feira (28), representantes do Sindicato dos Trabalhadores de Empresas em Asseio, Conservação, Limpeza Urbana e Condomínios de Pernambuco (Stealmoaic) e funcionários da empresa V2 Ambiental, realizaram um protesto pacífico em frente à Prefeitura de Belo Jardim, no Agreste de Pernambuco, reivindicando os direitos dos trabalhadores que realizam a coleta de lixo e a limpeza urbana do município.

De acordo com o diretor do Sindicato, Glauber Henrique, a empresa V2 Ambiental, que atualmente realiza os serviços de limpeza urbana e coleta de lixo em Belo Jardim, perdeu o contrato junto com prefeitura, o que pode acarretar na demissão de cerca de 60 funcionários. “Até então não sabíamos de nada, sabíamos apenas que a empresa V2 teria perdido o contrato [com a prefeitura] para outra empresa. Viemos aqui junto com os trabalhadores para saber qual empresa era essa. Foi dito pelo chefe de gabinete que a empresa é chamada de Nordeste Construções, que a partir de domingo começa a fazer a limpeza urbana da cidade de Belo Jardim”, explicou.

Ainda segundo o diretor do Stealmoaic, na reunião com representantes da Prefeitura Municipal foi garantido o direito dos trabalhadores. “Essa foi a principal bandeira do sindicato, tentar absolver 100% desse pessoal e graças a Deus fomos atendidos pelo chefe de gabinete e ele foi bem claro, disse que vai absolver todos os funcionários que foram da ex-empresa, que no caso é a V2, todos eles vão estar garantidos com o emprego”, relatou.

Foto: Reportagem / BJ1

Dívida da prefeitura de Belo Jardim com a V2 Ambiental

Na reunião com o chefe de gabinete do Palácio Municipal foi confirmado que existe uma dívida milionária com a empresa V2. “A empresa disse que se caso perdesse o contrato e a dívida não fosse paga não teria condições de pagar o trabalhador, e foi constatado que realmente a prefeitura deve. Ela disse [a prefeitura] que vai ser parcelado em três vezes esse débito com a empresa. A primeira parcela seria paga dia 10 de julho, a segunda dia 15 de agosto e a terceira 15 de setembro, detalhou.

Entenda o caso

O protesto do Sindicato com os trabalhadores foi motivo devido a perca do contrato e a dívida da Prefeitura Municipal de Belo Jardim com a V2 Ambiental, que segundo os funcionários, teria alegado não ter como pagar os vencimentos dos cerca de sessenta trabalhadores caso perdesse o contrato e não houvesse a quitação do débito.

O que diz a Prefeitura

Em nota, a Prefeitura de Belo Jardim informou que a nova empresa de coleta de lixo esteve reunida com o sindicato que representa os garis e garantiu a manutenção dos empregos da categoria.

print