Escola Mônica Braga. Fernanda Moraes/Ascom

Da Redação – Maicon Platiny

O município de São Bento do Una, no Agreste de Pernambuco, tem se destacado na qualidade da educação pública municipal que é ofertada a população são-bentense. A cada ano a prefeitura tem investido mais em educação e os frutos já estão sendo colhidos. A cidade atingiu nota 5,6 no Índice de Desenvolvimento da Edução Básica (IDEB) de 2017, nas séries inicias, e 4,7 nos anos finais, ficando em 16° e 20° lugar, respectivamente, no ranking geral do estado dentre os 184 municípios pernambucanos.

A melhoria significativa da educação em São Bento do Una pode ser explicado pelo alto investimento em novas escolas, como a que está sendo construída no Loteamento Maria Cordeiro. A previsão é de 120 dias para a conclusão e as obras estão adiantadas. A unidade de ensino vai atender crianças do 6º ao 9º ano com um investimento de R$ 2.018.450,96. Recursos unicamente do tesouro municipal.

Escola Mônica Braga. Fernanda Moraes/Ascom

Além da construção do novo prédio, outras três unidades de ensino estão sendo reformadas e ampliadas, além de duas novas creches que serão implantadas até o início do ano que vem.

Todo este investimento na educação fez com que São Bento do Una atingisse a marca como a 13ª melhor educação de Pernambuco.

São Bento conta com escola municipal em tempo integral

Escola Walderes Lima. Fernanda Moraes/Ascom

Em maio do ano passado a prefeitura inaugurou a 2° escola em tempo integral do município. A unidade recebeu o nome do professor Walderes Lima de Brito. A escola teve um investimento, unicamente com recursos do município, de R$ 852.937,54. A unidade de ensino atende 200 estudantes do 6° ao 9° ano e é assistida pelo Programa Educação Integrada e possui base comum curricular diversificada com seis disciplinas. A escola conta com o que há de mais moderno em estrutura e equipamentos para garantir o melhor aprendizado aos estudantes.

Escola Walderes Lima. Fernanda Moraes/Ascom
Escola Walderes Lima. Fernanda Moraes/Ascom
print