Foto: Reportagem BJ1

Moradores de Belo Jardim que precisam utilizar as tiras para medição de glicemia estão sem o material, que era entregue pela Farmácia Municipal, desde o ano passado.
De acordo com uma denunciante, que não quis ser identificada, antes ela recebia 50 tiras por mês. O que era suficiente para a aferição da glicose, que precisa ser feita duas vezes ao dia.
No entanto, desde junho do ano passado que isso não vem sendo feito. “São coisas que eu preciso ter em casa, porque minha mãe é diabética e mede a glicemia duas vezes ao dia para poder saber a quantidade de insulina que precisa aplicar. Por isso, tenho que comprar todo mês. São R$60, tem mês que R$130, que eu gasto porque não posso ficar sem [as tiras de medição]”.
Segundo a denunciante, quando liga para a Central de Abastecimento Farmacêutico (CAF) recebe a resposta de que as tiras estão em falta e que não tem previsão de chegada.
Outra denunciante passa pelo mesmo problema, ela disse que precisa comprar semanalmente as fitas para o marido, que sofre com diabetes e que não tem nenhuma resposta por parte da prefeitura sobre o prazo para receber o material. “Eles dizem que estão esperando o repasse do Governo Estado e que a prefeitura só cobre metade, por isso não sabem quando as tiras vão ser compradas”, disse ela.
O BJ1 tentou entrar em contato com a secretaria de saúde do município, mas até o fechamento desta matéria não teve resposta.

print