Foto: Divulgação

Em pesquisa divulgada nesta quarta-feira (15), pela Folha de Pernambuco, em parceria com o Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Iespe), Mendonça Filho (DEM) segue na preferência do eleitorado para uma das duas vagas para o Senado Federal.

De acordo com os dados, Jarbas Vasconcelos (MDB) e Mendonça lideram as intenções de voto na disputa. A margem de erro é de 3,5 pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança da pesquisa é de 95,45%.

No levantamento o emedebista Jarbas Vasconcelos (MDB) aparece com 23% das intenções de voto, seguido de perto por Mendonça Filho (DEM) que tem 17% da preferência do eleitorado. Em terceiro vem Humberto Costa (PT) com 15%, Silvio Costa (Avante) com 6% e Bruno Araújo com 5%. Os demais candidatos aparecem bem atrás: Adriana Rocha (Rede), Lídia Brunes (PROS), Pastor Jairinho (Rede), Hélio Cabral (PSTU), Albânia Pires (PSOL) e Eugénia Lima (PSOL), registraram apenas 1% de intenções de voto. Nenhum, Branco e Nulo somam 22%. Não sabe/não respondeu 6%.

A pesquisa foi realizada entre os dias 11 e 13 de agosto. Ao todo, 800 pessoas foram ouvidas por telefone, definindo costa de sexo, idade, localidade, instrução e renda. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob os números de protocolo BR-06973/2018 e PE-07336/2018.

Idade e sexo

No recorte de idade, Mendonça Filho possui o maior percentual entre os eleitores com 16 e 24 anos, com 24% das menções. Já entre os participantes com idade entre 25 e 44 anos, Jarbas fica à frente, com 24%, seguido por 22% de brancos e nulos. O emedebista, inclusive, mantém o mesmo desempenho em quase todos os quesitos.

Entre 45 e 59 anos, os votos nulos e brancos são maioria, 27%. Por fim, entre os entrevistados com mais de 60 anos, Jarbas Vasconcelos com 24% e Mendonça Filho com 20% lideram as intenções. Nos votos do recorte por sexo, as menções estão muito próximas dos índices totais de cada candidato. Porém, o eleitorado feminino registra mais votos nulos ou brancos, 25%.

Com informações da Folha de Pernambuco.

print