Divulgação

Você sabia que é possível treinar o cérebro para melhorar o rendimento nas aulas, concursos e no trabalho? O cérebro é um grande arquivo de informações. Dentro dele, a estrutura responsável por captar, transmitir, armazenar e resgatar essas informações são os neurônios. Nossa memória e nosso raciocínio dependem deles, por isso é importante protegê-los e exercitá-los.

A prática de exercícios cerebrais que estimule os neurônios a ativar habilidades como memória, concentração, raciocínio, criatividade, autoconfiança e disciplina ajuda não só a melhorar o desempenho na vida acadêmica, profissional e pessoal, com ajuda no desenvolvimento da autoestima e autoconfiança.

Segundo o psicólogo Henrique Aguiar, diretor da escola de ginástica cerebral Supera em Belo jardim, o cérebro tem tendência a ser preguiçoso, a cair na rotina. “Se não for estimulado, ele passa a usar sempre as mesmas conexões para trabalhar, tornando-se mais lento”.

Ele explica que o método possibilita estimular o cérebro dos alunos por meio de jogos online, jogos de tabuleiro, ábaco (instrumento milenar para cálculos), dinâmicas em grupo, apostilas com exercícios cognitivos e neuróbicas (atividades que funcionam como aeróbica para os neurônios). “Os resultados da prática aparecem em poucos meses. As aulas são divertidas e estimulam a sair da zona de conforto”, complementa.

print