Foto: Divulgação

O deputado federal e ex-ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM), esteve nesta sexta-feira (19) em entrevista no programa Janela Livre da Rádio Bitury, em Belo Jardim, no Agreste de Pernambuco. O parlamentar esteve na emissora acompanhado de Andréa Mendonça, Vinícius Mendonça e dos vereadores e lideranças locais do Grupo Mendonça.

Na entrevista, Mendonça começou agradecendo pelos votos e pelo apoio recebido em Belo Jardim e em Pernambuco. “Eu graças a Deus tive uma expressiva votação em todo o Estado e também aqui em Belo Jardim, embora não tenha tido o êxito para alcançar o cargo de senador, mas eu sou muito grato ao povo, aos amigos e todos os aliados, aqui em Belo Jardim, na região, nos municípios vizinhos e em todo o Estado. Infelizmente essa eleição foi muito atípica, eu nesses mais de 30 anos de vida pública nunca disputei uma eleição tão diferente, em que a população expressou tanta insatisfação e falta de interesse no voto. E de certa forma até com razão, devido a tantos políticos brasileiros na lama da corrupção, alguns até presos, e com isso mesmo quem faz parte do lado limpo e da coerência como eu acabou sendo atingido. Mas na política é assim, agora é seguir em frente e continuar trabalhando, como é sempre a minha marca, trabalhar por Pernambuco e por Belo Jardim”, afirmou.

O deputado também comentou sobre o cenário local nas eleições deste ano em relação ao desempenho dos grupos políticos locais. “Eu só tenho a agradecer pela votação do nosso grupo, dos nossos candidatos Vinícius e Andréa, também Armando [Monteiro] e Bruno [Araújo], e digo que pelo desempenho que os candidatos do prefeito tiveram, cada um com seis mil e poucos votos, tendo a estrutura do governo, com quase todos os vereadores da Câmara no palanque, toda a pressão junto aos funcionários contratados que se comenta na cidade que teve, assim como se comenta, nossos candidatos ficaram atrás em segundo [Andréa] e em terceiro [Vinícius] por diferenças muito pequenas de votos, o que nos deixou em uma situação confortável”, avaliou Mendonça.

Candidato a deputado federal na eleição passada, Vinícius Mendonça também participou do programa e agradeceu ao povo de Belo Jardim pelo apoio aqui recebido em seu primeiro pleito. “Eu quero aqui dizer que foi muito boa a convivência com todo mundo na campanha, e a prova disso é que estou aqui e aqui irei permanecer junto com todos para continuarmos a fazer um bom trabalho pelo povo da nossa terra, pois aqui temos as nossas raízes, desde Zé Mendonça, e aqui iremos ficar sempre”, garantiu Vinícius.

Candidata a deputada estadual também na eleição do último dia 7, Andréa Mendonça também fez uso dos microfones da emissora durante e deixou palavras de gratidão ao povo do município. “Eu fico feliz em estarmos aqui todos juntos, eu só tenho a agradecer a todos que em mim e em nosso grupo depositaram votos de confiança e reafirmar aqui o nosso compromisso de que juntos estaremos e iremos nos preparar para novas batalhas, sempre levando a nossa bandeira de trabalho e amor por Belo Jardim”, declarou Andréa.

Mendonça durante a entrevista falou também sobre os projetos e ações para o município os quais ele continuará empenhado em lutar. “Tudo o que nós pleiteamos para Belo Jardim terá sequência e eu pessoalmente irei acompanhar, como é o caso do campus da Universidade Federal Rural de Pernambuco, da Fundação Bitury, do Calango e de tantas outras ações e trabalhos que nós temos e planejamos para o bem do nosso povo e da nossa terra. Eu, meu pai e todo o nosso grupo temos histórico de trabalho por Belo Jardim. Aqui o 15º BPM foi viabilizado por nós, assim como a estrada que liga a cidade a Serra do Vento, as Barragens Tabocas e Pedro Moura (Ipojuca), a Escola de Referência em Ensino Médio, o Erem, antigo Ceebeja, o novo acesso da cidade pela Cohab 1, a Vila Olímpica do Sesc na Cohab 3, eletrificação rural, entre tantas outras coisas. E estando com ou sem mandato eu tenho honra, nome limpo e por isso posso andar aqui em Belo Jardim e em qualquer lugar em busca de ações e projetos em prol da população.

Ao fim da entrevista, o parlamentar explicou os motivos pelos quais optou por declarar apoio a Bolsonaro no segundo turno da eleição presidencial. “Todos sabem que historicamente eu não apoio os projetos do PT, não por ter nada pessoal, mas por não concordar com vários posicionamentos do partido, mas sempre fiz isso com respeito a todos, inclusive a [ex-presidente] Dilma e [ao ex-presidente] Lula. E acho que hoje Bolsonaro é a esperança que temos de mudança para o nosso país, o PT teve 13 anos de oportunidade e não correspondeu, então agora eu acredito que chegou a hora de confiarmos numa mudança com Jair Bolsonaro”, finalizou Mendonça.

print