Reprodução/Google Maps

Os moradores da Vila de Taboquinha, na zona rural de Belo Jardim, no Agreste de Pernambuco, não dispõem de atendimento odontológico gratuito que deveria ser oferecido pela Prefeitura Municipal. De acordo com uma moradora da localidade, a Unidade Básica de Saúde (UBS) do local nunca contou com dentista.

“No posto tem todo o material que o dentista precisa para trabalhar, mas nem o secretário de Saúde e nem o prefeito tomam atitude,” relatou a moradora que não quis se identificar.

Para quem mora em Taboquinha ou nos sítios próximos e precisa de atendimento odontológico a única solução é se deslocar até a cidade para tentar uma vaga no Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) do município. O serviço de transporte alternativo de Taboquinha até a cidade custa em torno de R$ 5 e nem sempre está disponível aos moradores.

Por telefone, a reportagem do BJ1 tentou contato com a Secretaria de Saúde de Belo Jardim, mas não obteve êxito.

print