Reprodução / TV Asa Branca

Foi agendado para a próxima segunda-feira (26), em sessão extraordinária na Câmara de Vereadores de Belo Jardim, no Agreste de Pernambuco, a discussão e votação do relatório que pede o afastamento do prefeito Hélio dos Terrenos (PTB), por supostas irregularidades administrativas, a exemplo de desvio de finalidade financeira, tráfico de influência, contratação de funcionários fantasmas em troca de apoio político.

O relatório foi apresentado pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que durante três meses realizou o detalhamento das informações através de análise de documentos, vídeos, áudios e depoimento de testemunhas. Todo o material, que contém 650 páginas será encaminhado para o Ministério Público de Pernambuco e os demais órgãos e autoridades competentes tomem as medidas providências necessárias diante das irregularidades apresentadas.

Após a leitura do relatório, o relator da CPI, Bruno Galvão (PT) foi ameaçado por um auxiliar de serviços administrativos da Prefeitura de Belo Jardim. O parlamentar prestou queixa na delegacia da cidade que vai apuar o caso.

print