Foto: Leo Caldas / Divulgação.

Em reunião com presidentes e conselheiros de clubes de futebol pernambucanos, na segunda-feira (9), o pré-candidato a governador Armando Monteiro (PTB) assumiu o compromisso com as principais agremiações de colocar o Governo de Pernambuco à disposição do segmento para criar um programa que resgate a presença dos torcedores nos estádios. A ação será feita através de incentivos, que serão definidos junto aos times. Para Armando, é fundamental que o futebol de Pernambuco volte a ser protagonista no Nordeste e no Brasil.

Representantes dos clubes vão apresentar a Armando, em novo encontro, uma série de propostas, com vistas a otimizar o futebol profissional em Pernambuco e incentivar o retorno das torcidas nos estádios. Na reunião, estiveram presentes os presidentes do Santa Cruz, Constantino Júnior; do Náutico, Edno Melo; do Salgueiro, Clebel Cordeiro; além dos conselheiros do Central (Caruaru), Carlos Alberto de Melo; e do Santa Cruz, Antônio Luiz Neto.

“O futebol cumpre em Pernambuco e no Brasil um papel fundamental, que é o lazer da população. A gente vê com preocupação que nossos estádios vêm perdendo público ao longo dos últimos anos. Vamos consultar os clubes, ouvir suas demandas e criar um programa que combine incentivos e atraia torcedores para as quatro linhas”, afirmou Armando Monteiro.

Nos últimos anos, a média de público em partidas de futebol, seja na Capital ou no interior, vem caindo. Em 2018, por exemplo, o Campeonato Pernambucano registrou presença de 2.682 torcedores por jogo. O Santa Cruz, entre os anos de 2011 a 2014, chegou a liderar o ranking nacional de público em estádios brasileiros, com média de 37 mil torcedores por partida.

print