Reprodução/Facebook

Em votação extraordinária realizada na manhã desta quinta-feira (25), as contas do ex-prefeito cassado e condenado, João Jatobá, refentes ao ano de 2006, foram rejeitadas por unanimidade. A surpresa da votação ficou por conta do vereador Pitomba da Lotação (DEM), que apensar de fazer parte do grupo político do ex-prefeito, votou a favor da rejeição das contas.

+ Ex-prefeito de Belo Jardim vira réu e pode pegar até 12 anos de prisão

Em dezembro de 2018, em votação referente as contas dos anos de 2003, 2004 e 2005, do ex-prefeito cassado e condenado, Pitomba da Lotação, que já fazia parte do grupo de João Jatobá, votou contra a rejeição das contas e ao parecer do TCE.

Seguindo recomendação do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE), os dez vereadores presentes na sessão: Pitomba da Lotação (DEM), Gilvandro Estrela (PV), Euno Andrade Filho (PSDB), Zé Gury Jr. (MDB), Tenente (PTB), Bruno Galvão (PT), Da Paz (PSB), Marco Buchudo (PSB), Claudemir Paulino (PSB) e Wilson Maciel (PSDB), votaram sim ao parecer que reprova as contas do ex-prefeito cassado e condenado.

Nilton Senhorinho (PSB), Marcelino Monteiro (MDB) e Evandro Macarrão (DEM), faltaram à sessão.

print