Vereador fez fortes críticas as secretarias de Saúde e Obras. Foto: Reprodução / Agreste TV

Não é novidade que o Hospital Júlio Alves de Lira e Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24h) sejam alvos de denúncias e críticas por parte da população e a imprensa. Todavia, durante a sessão dessa terça-feira (22), na Câmara de Vereadores do município, o vereador Zé Pereira (PSB), que hoje faz parte da base governista, denunciou um caso de mau atendimento na unidade médica.

De acordo com o parlamentar, uma mulher precisou fazer um raio-x e os funcionários se negaram. “Esta semana precisei resolver um problema de uma senhora que tinha tomado medicação duas vezes para fazer uma raio-x do abdômen, e disseram que estava faltando material, daí eu fui olhar e não estava faltando o material”, explicou o vereador. “Fica esse desencontro e os funcionários dizendo que foi porque o chefe do raio-x disse que não poderia gastar muito material. Isso não existe, tem que ter o material e atender as pessoas, porque a saúde a gente não pode deixar para mais tarde ou depois”, criticou.

Ainda em pronunciamento, Zé Pereira também criticou a Secretária de Obras. “Tem algumas coisas que a gente reclama sobre a Secretaria de Obras e eles dizem que vão resolver, resolver, e não resolvem”, disse.

Em nota, a Secretaria de Saúde informou que os exames de raio-x estão sendo realizados normalmente no Hospital Júlio Alves de Lira em pacientes que dão entrada na urgência e na emergência. Os pacientes ambulatoriais, que tiveram os exames solicitados em consultas fora da unidade hospitalar, devem realizar a marcação do exame na Central de Regulação. Essa modificação ocorreu para melhorar o fluxo de pacientes e unificar a forma de agendamento. A secretaria esclarece ainda que é inverídica a informação sobre falta de material para realização do exame.

print