Dayvison Nunes/JC Imagem

Do Casa Saudável

Caprichar na maquiagem faz parte da rotina carnavalesca de quem não abre mão de compor o look com brilho e cores. Mas não vale abusar do glitter, das tintas para o rosto nem dos cosméticos como sombra, rímel e lápis de olho. O ideal é utilizar produtos específicos para a pele, a fim de evitar alergias, irritações, inflamações e até infecções. Na ordem dos cuidados, o primeiro é não deixar de lado a higiene, segundo o oftalmologista Vasco Bravo Filho, do Hospital de Olhos de Pernambuco (Hope). “As mãos devem estar limpas antes de aplicar a maquiagem. Pincéis e esponjas também precisam de higienização para evitar a proliferação de bactérias”, diz o médico.

Outra dica essencial é ter atenção na hora de usar o glitter. Por ser áspero, ele pode arranhar a córnea. “Se o produto cair nos olhos, evite coçar. O mais recomendado, nessa situação, é lavar com água corrente e soro fisiológico. Se os olhos permanecerem irritados, é preciso procurar atendimento médico especializado”, afirma Vasco. Há ainda quem aplique o glitter nos cílios, o que é bastante perigoso para a saúde dos olhos. E na hora de pensar em usar cílios postiços, é preciso cautela redobrada. “Qualquer acidente que ocorra, no momento de utilizar a cola para fixar o produto, pode causar uma lesão na córnea. Dependendo da gravidade do problema, pode ocorrer cegueira”, alerta a oftalmologista Ana Catarina Delgado, da clínica Oftalmo Zona Sul.

A médica acrescenta ainda que é importante limpar o rosto corretamente. “O uso continuado dos produtos, sem a remoção adequada, pode acumular pigmentos nas pálpebras, o que obstrui as glândulas, forma pus, causa terçol e conjuntivite”, frisa Ana Catarina, que orienta o não compartilhamento dos produtos da nécessaire. “Nada de emprestar rímel, lápis, sombra ou outros itens. Maquiagem é como escova de dente: um item de uso pessoal”, acentua a oftalmologista.

print