Reportagem/ BJ1

Servidores e alunos da Faculdade do Belo Jardim (FBJ) tomaram conta das ruas do município na noite desta quarta-feira (28/08) em uma passeata contra o corte do repasse financeiro que deveria ser passado pela Prefeitura Municipal e não estão sendo feitos, comprometendo os serviços .

“Os professores estão se mobilizando, os alunos estão se mobilizando, quem participou da reunião de segunda viu a força do alunato de Belo Jardim e que essa é uma luta histórica, não é só uma luta dos professores, é de toda Belo Jardim”, disse o professor de história Arnaldo Dantas. O docente ainda completou “É necessário que o prefeito se sensibilize com a educação de Belo Jardim e com a causa dos professores.

O aluno do 2º período do curso de pedagogia também este presente no protesto, “Quem está na prefeitura hoje não vem fazer os repasses para a faculdade, hoje eu como aluno eu fico revoltado de chegar na faculdade e não ter uma cadeira para me sentar e as vezes quando tem uma cadeira é quebrada, a gente tem que decidir se a gente escuta um professor falar ou escuta o ventilador”, disse ele.

“A gente não permite que a instituição feche” disse a presidente do sindicato dos professores, Mercês Costa, em discurso. A professora também destacou que durante a semana houveram tentativas de boicotar o protesto por parte do governo municipal através de ameaças, para que servidores e alunos funcionários da prefeitura não comparecessem, mas que isso não irá impedir a luta por melhorias na instituição.

print