Cortesia

Representantes dos curtidores de couro de Serra do Vento, distrito de Belo Jardim, no agreste do estado, visitaram na última quarta-feira (11/09) um curtume coletivo do município de Cabaceiras, na Paraíba, para se atualizarem sobre técnicas de descarte de resíduos.  

O trabalho de curtir o couro em Belo Jardim, que é a principal economia de Serra do Vento e possui cerca de 200 pessoas dependendo da atividade, vem sendo cobrado em fiscalizações por parte do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) que decretou que os profissionais precisam se adequar as normas de descarte dos resíduos líquidos e sólidos decorrente do tratamento do couro. 

Para isso, eles procurar Nilsinho Alves, que faz parte da liderança comunitária do local, que buscou o apoio do Curtume Coletivo Arteza, para adquirir conhecimento e experiência que pudessem ser aplicativos em Belo Jardim.  

Cortesia

Graças a visita, a liderança comunitária buscou o apoio do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE) para realizar análises nos resíduos sólidos para verificar se eles podem ser usados como fertilizante para a agricultura familiar do local. Além disso, Nilsinho informou que os profissionais estão buscando meios de se adequar a todas as normas pedidas o mais rápido possível, para não prejudicar a economia do local. 

print