Reprodução

A gestão do prefeito Hélio dos Terrenos (PTB), em Belo Jardim, segue o exemplo da gestão anterior e aplica golpe no dinheiro dos consignados da Prefeitura. O BJ1 teve acesso à informação de que o dinheiro está sendo descontado no contracheque dos servidores e a prefeitura não faz o repasse para o banco. Por conta disso, o convênio entre Prefeitura Municipal e o Bradesco está cancelado temporariamente.

Em nota, o Bradesco confirmou a informação e afirmou que “O Convênio está bloqueado em virtude de pendência do repasse da Prefeitura. O banco está aguardando a regularização”.

Na nota enviada pelo Bradesco, ficou claro que os servidores “não serão prejudicados”. Porém, o banco não relevou há quanto tempo os valores não estão sendo repassados e o convênio foi cancelado.

A gestão de Hélio dos Terrenos se assemelha em diversos aspectos com o governo do ex-prefeito cassado e condenado, João Jatobá (sem partido). São salários atrasados, demissões, excesso de funcionários contratados, diversos processos na justiça por inúmeras irregularidades e até mesmo o golpe nos consignados. João foi condenado a 37 anos de cadeia por reter o dinheiro dos consignados dos servidores.

print