Reprodução / TV Asa Branca

O prefeito de Belo Jardim, no Agreste de Pernambuco, Hélios dos Terrenos (PTB), está promovendo uma verdadeira dança das cadeiras no início deste ano no novo secretariado de sua gestão. Cinco pastas tiveram nomeados novos secretários, como apurou a reportagem do BJ1 com fontes ligadas ao Governo Municipal.

O caso de maior repercussão fica por conta da Secretaria de Saúde, que tem recebido duras críticas da população. Nomeada em maio do ano passado para ocupar o cargo à frente da pasta, após a polêmica saída do ex-secretário Cecílio Galvão, Maria Cristina Pereira foi exonerada. Segundo fontes, a exoneração teria se dado devido a uma ordem judicial cujo processo corre em segredo de Justiça. Para ocupar o seu lugar, a ex-secretária indicou a cunhada do filho, a advogada Tamara Marcena Santos. A portaria foi assinada pelo prefeito nessa quarta-feira (9).

Já a Secretaria de Cultura, Esporte, Turismo e Eventos, está sem secretário. Indicado para assumir o cargo na última quinta-feira (3), o vereador Marco Buchudo (PSB) foi exonerado da pasta nessa quarta-feira (9), após forte pressão da população nas redes sociais. Até o momento, o nome do novo secretário não foi anunciado.

Na Educação, houve apenas uma troca de nomes, mas o comando permanece o mesmo. O vereador Wilson Filho (PSDB) deixou o comando da pasta para retornar à Câmara de Vereadores e deixou em seu lugar seu fiel amigo e aliado político, Adriano Cândido, que já integrava a equipe da secretaria.

Já Cícero Nunes, conhecido por gravar vídeos defendendo o prefeito e por se envolver em polêmicas nas redes sociais, ganhou a Secretaria de Governo e Articulação Política. Ele tomou posse na sexta-feira (4).

Por fim, o ex-secretário de Cultura, Esporte, Turismo e Eventos, Silvio Romerio, que após uma gestão bastante criticada pela população deixou o cargo, vai agora assumir a Secretaria de Projetos Especiais, antes ocupada pelo ex-prefeito Fábio Galvão (PT), que atualmente está sem cargo no Governo Hélio.

print