Paciente morre e família acusa hospital de negligência médica

Notícias Urgente

Família autorizou advogado a acionar a Polícia Civil para investigar o caso

A morte de um homem de 41 anos nessa terça-feira (11) no Hospital Júlio Alves de Lira/UPA 24h virou caso de polícia. Isso porque os familiares de Marcos Soares de Siqueira acusam a unidade de saúde de negligência médica. O advogado da família foi autorizado a acionar a Polícia Civil para abrir sindicância e investigar a causa da morte.

Este é o 8° caso em que famílias que perderam parantes no Hospital Júlio Alves de Lira/UPA 24h acusam a unidade de negligência médica. No caso mais recente, uma mãe que perdeu um ano acusou o hospital de não ter dado a devida atenção.

Segundo a irmã da vítima, ele deu entrada no HJAL com dores fortes no peito e uma médica teria receitado que ele tomasse algumas injeções para amenizar a dor, porém, ela afirma que a causa da morte se deu devido à aplicação de um medicamento que agravou o problema de saúde do homem.

Ouça um trecho da entrevista da irmã de Marcos Soares em que ela relata a história e afirma ser negligência médica:

O caso gerou repercussão nas redes sociais. Até o momento da publicação desta matéria, a unidade de saúde não se pronunciou sobre o assunto.

O corpo de Marcos Soares foi encaminhado para o órgão responsável em Caruaru para identificar a causa da morte.

print

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *