Nova eleição em Ipojuca é marcada para o começo de abril

Política

Do G1 PE

A nova eleição para escolha do prefeito de Ipojuca, na Região Metropolitana do Recife, foi maracada para o dia 2 de abril. No município, o candidato Romero Sales (PTB) havia sido o mais votado para prefeito, mas teve o registro indeferido por já ter uma condenação por improbidade administrativa.

 

A data foi marcada após reunião do Pleno do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE), nesta segunda-feira (23). No dia 13 de dezembro de 2016, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou a realização de novas eleições para prefeito e vice-prefeito em Ipojuca. Por maioria dos votos, o plenário manteve o indeferimento do registro do candidato Romero Sales (PTB).

Quem assumiu o cargo foi o presidente da Câmara dos Vereadores, que fica até que ocorra nova eleição. Em uma sessão tumultuada, com cadeiras sendo arremessadas e spray de pimenta, Ricardo José de Souza (PTC) foi eleito presidente do Legislativo e, consequentemente, assumindo à prefeitura.

 

Registro indeferido

 

Romero Sales disputou as eleições com o registro indeferido. Na época, o recurso dele estava em fase de julgamento pela Justiça Eleitoral. Sales conquistou 32.496 votos e venceu o adversário Carlos Santana (PSDB). A Justiça estadual determinou, na época, que Romero Sales ressarcisse o erário a quantia de R$ 4 mil.

Por meio de nota divulgada na época da decisão do TSE, Romero Sales afirmou que recebeu a impugnação à candidatura com sentimento de injustiça. “Tenho mais de 20 anos de vida pública, com um passado limpo e de serviços prestados à população. Entretanto, respeito a decisão do TSE, mesmo contrariando a vontade popular dos ipojucanos”, disse no texto.

print

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *