(Foto: Arquivo).

Nesse domingo (25), a reportagem do BJ1 presenciou uma paciente de 61 anos que deu entrada no Hospital Júlio Alves de Lira/UPA 24h em Belo Jardim, no Agreste de Pernambuco, e que foi diagnosticada com um possível quadro de reação alérgica na pele.

O médico que atendeu a paciente receitou dois medicamentos injetáveis para que fossem aplicados na própria unidade de saúde. Um dos remédios foi uma injeção de hidrocortisona de 500mg, medicamento este que, segundo o posto de enfermagem do HJAL/UPA 24h informou a paciente, estava em falta e sem previsão de chegar no estoque da unidade de saúde.

Questionada sobre a ausência desse medicamento, a Assessoria de Comunicação e Imprensa da Prefeitura de Belo Jardim informou que o Hospital Júlio Alves de Lira dispõe do medicamento hidrocortisona de 100 mg. Já o medicamento hidrocortisona de 500 mg está em falta. A secretaria diz que realizou um pedido do medicamento nesta segunda-feira (26), mas não informou um prazo exato de quando o remédio vai estar disponível no hospital.

print