Diretores desenvolveram novo sistema de armazenamento de energia.

Maicon Platiny

O Grupo Moura, que tem sua filial sede em Belo Jardim, no Agreste Central de Pernambuco, desenvolveu, em parceria com o Instituto de Tecnologia Edson Mororó Moura (ITEMM), também situado no município, a primeira tecnologia inteiramente nacional para sistemas de armazenamento de energia. O produto que já encontra mercado em formação na América do Sul, tem potencial para quebrar os paradigmas da gestão energética nos próximos anos. Conhecido por sua definição em inglês, o Battery Energy Storage Systems – BESS, é a alternativa sustentável para redução das emissões de gás carbônico (CO2) e demais gases poluentes. O sistema oferece mais segurança e inteligência no uso da energia para indústrias, estabelecimentos comerciais e de serviços.

O diretor Geral Comercial de Baterias Industriais e Armazenamento de Energia do Grupo Moura, Luiz Mello, fala sobre a expectativa com este novo produto inovador no mercado brasileiro e explica que a empresa investe neste tipo de tecnologia há anos. Ouça.

No início de 2019, o Brasil apresentava mais de 8 GW de potência instalada de geração a partir da queima de diesel por geradores que podem ser substituídos pelo BESS. O montante equivale a quase metade da capacidade de geração de Itaipu e não abarca consumidores que hoje não possuem alternativas próprias de geração. A mudança para o BESS, além do ganho ambiental, promove um retorno atraente do investimento, com uma redução de 50% até 100% nos custos de consumo de energia no horário de ponta – que podem representar cerca de 60% do custo total da conta de energia – pela possibilidade de autogestão e utilização de energia armazenada em um período de menor tarifa.

Tecnologia nasceu no semiárido nordestino

Spartacus Pedrosa, diretor Executivo do ITEMM, explica que toda pesquisa de tecnologia e desenvolvimento dos sistemas de armazenamento de energia foi realizado em Belo Jardim.

Tecnologia foi pesquisada e desenvolvida em Belo Jardim.

Com mais de 60 anos de experiência em acumulação de energia, a empresa oferece ainda o mais completo pacote de serviços, com um time de gestão dos sistemas, pronto para atender todo o Brasil e Cone Sul, capacidade de distribuição, equipe técnica para instalação e manutenção e, principalmente, dimensionamento e modelagem dos projetos de engenharia dos futuros clientes, de acordo com suas características específicas, além de dispor de um modelo de logística reversa consagrado, alinhado com diretrizes internacionais e promovido há mais de 35 anos.

Ainda de acordo com Mello, são inúmeros os benefícios que esses novos sistemas de armazenamento de energia trazem para os consumidores e para o setor elétrico como um todo. Segundo ele, esta nova tecnologia garante tanto o fornecimento da energia eólica, quanto da energia fotovoltaica, independente do momento, seja de dia ou a noite. Entenda.

São diversas as diferenças entre as baterias convencionais e os sistemas de armazenamento de energia, como exemplifica Spartacus.

Com informações da assessoria de imprensa do Grupo Moura.

print