Arquivo/TV Jornal

Uma funcionária pública que não quis se identificar denunciou com exclusividade à reportagem do BJ1 a falta de medicamentos que o seu filho necessita diariamente. De acordo com ela, o jovem tem 20 anos e toma os remédios desde os oito anos de idade.

“Tenho um filho que toma gardenal e depakene. O gardenal faz mais de seis meses que não tem na farmácia do hospital e o depakene faz três. Toda vez que vou lá eles dizem que não chegou e quando pergunto quando irão chegar, eles [funcionários da farmácia] dizem que não sabem”, relatou.

Ainda segundo a denunciante, o gardenal custa em torno de R$ 9 e o depakene varia entre R$ 57 e R$ 60. Ela conta também que durante esse tempo ela precisa comprar o medicamento para que seu filho não tenha crises.

O BJ1 tentou contato com a Secretaria de Saúde Belo Jardim, mas até o fechamento desta matéria não obteve êxito.

print