Arquivo / Reprodução

Por meio de decisão deferida na tarde desta segunda-feira (17), a 1ª Vara Civil da Comarca de Belo Jardim, anulou os efeitos da resolução que garantia a ascensão do vereador Wilsinho Maciel Filho (PSDB) à presidência da Câmara de Vereadores de Belo Jardim, no Agreste de Pernambuco, para o biênio 2019/2020. Wilsinho foi eleito no dia 8 de agosto, mas um grupo de vereadores contestou a medida.

A eleição foi contestada sob alegação da forma em que foi feita. Por não ter tido a devida transparência na publicidade, ter sido logo após o início do recesso do meio do ano e um dos vereadores da casa, Tenente (PTB), estava de licença médica.

Apesar de caber recurso, segundo o departamento jurídico não haverá efeito suspensivo. Ou seja, o presidente em exercício deve convocar os vereadores para uma nova eleição ainda esse mês.

print