(Foto: Arquivo BJ1).

Moradores de Belo Jardim, no Agreste de Pernambuco, estão perdendo consultas com especialistas no Recife, por falta do transporte fora do domicílio (TFD) que deveria ser disponibilizado pela prefeitura. De acordo com os usuários, as viagens foram marcadas desde a segunda-feira da semana passada, porém na manhã desta quinta-feira (11), não tinha transporte no local marcado para a saída para a capital pernambucana.

Os pacientes contaram relataram para a reportagem da Rádio Bitury, que esperaram por mais de 4 horas durante a madrugada desta quinta no Hospital Júlio Alves de Lira e a condução não chegou.

“A menina ligou para um tal de Leandro e disseram que ele tem ordem do chefe para não pegar a gente, porque não receberam. Eu iria fazer um exame abdominal da minha filha de 4 anos. Sai de casa à 1h da manhã, fui para o Hospital, esperei, esperei e nada de notícia. É revoltante, eles fazem a gente de palhaço. É falta de pagamento”, lamentou Gelma, que iria levar sua filha para realizar um exame na capital.

Valdete do Maria Cristina, que estava com uma consulta agendada para sua mãe no Hospital Santo Amaro, conta que não é a primeira vez que isso ocorre. “Mais uma vez, é uma situação bastante preocupante. Cada pessoa que está aqui, cada um se desloca da sua casa durante a madrugada na situação que Belo Jardim se encontra, o perigo que está aí à frente de todos nós. A condução não veio buscar, cada um aqui tem consulta, tem vacinação para as crianças, o pessoal de quimioterapia, e termina que prejudica a todos né, é um fato revoltante”, criticou.

Ainda segundo Valdete, pare remarcar a consulta que foi perdida pode levar dias em fila de espera. “É todo um processo burocrático, a gente vai lá, conversa com a recepcionista, que marca uma nova data para irmos lá. Daí a gente conversa com o médico e ele é quem remarca na agenda, é todo um processo dificultoso”, explicou.

Dona Maria do São Pedro estava com sua consulta agendada há quatro meses e se revoltou com a situação. “A consulta foi marcada em outubro, e hoje eu perdi a mesma. Eu também faço tratamento do câncer para não perder a mama e a gente não pode perder, de jeito nenhum, a vacina, a quimioterapia tem que ser tudo no dia certo, se não, não serve. Marquei a viagem na segunda-feira (5), eles [da Secretaria Municipal de Saúde] disseram que fosse para o Hospital de 01h30 que eles iriam buscar a gente. Ficamos lá a madrugada toda esperando, é muito revoltante”, disse.

O BJ1 entrou em contato com a assessoria de imprensa da Prefeitura Municipal de Belo Jardim, que por meio de nota, informou que a secretaria de Saúde está tomando as providências necessárias junto a empresa que presta o serviço de TFD. A nota disse ainda, que a secretaria lamenta o ocorrido e está fazendo o possível para restabelecer o serviço.

print