Foto: André Nery / MEC

Desde maio de 2016 até essa quinta-feira (5 (quando Mendonça Filho entrega o cargo de ministro da Educação) o Brasil e em especial a população de Belo Jardim, no Agreste de Pernambuco, tem muito o que comemorar. Isso porque, durante sua gestão no Ministério da Educação, Mendonça liberou em obras para o município o montante de R$ 28.523.331,00.

Os recursos foram destinados para a construção de creches, escolas, quadras poliesportivas, aquisição de ônibus escolares, mobiliários e formação de professores. Além da construção do novo bloco de informática, que abrigará o novo curso de Engenharia de Software, o esgotamento sanitário e a obra de acessibilidade (concluída), do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE).

Recursos destinados ao município

Dos mais de R$ 28 milhões liberados para o município, R$ 17,7 foram destinados à educação básica municipal. Na carteira de obras pactuadas pelo MEC com a prefeitura de Belo Jardim, cerca de R$ 10 milhões foram liberados ainda na gestão interina de Gilvandro Estrela (PV), em 2017, para a construção da Quadra do Castelinho, creches Cohab II e Paulo Guerra (Boa Vista), construção da Quadra de Serra do Vento, a creche do Maria Cristina, Bom Conselho e ampliações da Escola Castelinho e Débora Barbosa.

Os outros R$ 7,7 milhões foram liberados já na atual gestão de Hélio dos Terrenos (PTB), para novas obras de educação no bairro da Cohab I, Água Fria, Bom Conselho, Serra do Vento e Vila Raiz.

Recursos destinados ao IFPE

Durante a gestão de Mendonça Filho à frente do MEC, o IFPE campus Belo Jardim mudou de cara, foram liberados em obras mais de R$ 10 milhões, o que resultou em obras de acessibilidade, uma nova rede de esgotamento sanitário, complementação de custeio. Além da construção do novo bloco de Informática, que abrigará o tradicional curso de técnico em Informática e o novo curso de Engenharia de Software, que será fornecido a partir do segundo semestre de 2018.

UFRPE em Belo Jardim

Em solenidade concorrida no dia 5 de março, o ministro da Educação, Mendonça Filho, anunciou a implantação da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) Campus Belo Jardim. O novo campus será um polo de engenharia e inovação tecnológica e vai ofertar na cidade, inicialmente quatro cursos de graduação.

Serão oferecidas na unidade de Belo Jardim quatro graduações em engenharia – química, de controle e automação, computação e hídrica. A estimativa é de que 1,6 mil estudantes sejam atendidos em uma jornada de cinco anos.

O projeto da nova unidade da UFRPE prevê um prédio de quatro pavimentos para docentes; prédio de dois pavimentos para a sede administrativa; biblioteca; restaurante universitário; dois prédios de salas de aula com três pavimentos cada; prédio de laboratórios; galpão de almoxarifado; galpão de oficina e garagem; galpão para setor de manutenção; central de tratamento de esgoto; reservatório de reuso de água; auditório para 450 lugares; área de serviços com xerox e cantina; central de descarte de resíduos; duas casas de estudantes; casa da guarda; quadra poliesportiva e piscina semiolímpica.

print