No momento, a única viatura em operação no CB de BJ é um caminhão de combate a incêndio | Foto: Reportagem BJ1

Pela terceira vez em menos de três meses, a seção do Corpo de Bombeiros de Belo Jardim, no Agreste de Pernambuco, volta a ter problemas com falhas mecânicas em suas viaturas. Deste vez, o problema atinge – pela segunda vez desde outubro do ano passado – a ambulância de resgate da unidade.

A viatura, segundo apurou a reportagem do BJ1, encontra-se há alguns dias outra vez ‘baixada’ (termo utilizado pelas corporações militares para se referir as viaturas de suas frotas quando as mesmas quebram ou vão para manutenção) e nenhum outro veículo reserva do mesmo tipo foi enviado para ficar em operação na unidade do CB no município. No momento, a única viatura em operação na seção de Belo Jardim é um caminhão de combate a incêndio.

No dia 23 de outubro do ano passado, o BJ1 publicou reportagem em que o mesmo veículo também encontrava-se fora de operação devido problemas mecânicos. À época, também nenhum outro veículo reserva do mesmo tipo foi enviado para ficar em operação na unidade local dos Bombeiros. Em dezembro de 2018, já com a ambulância de resgate de volta ao CB de Belo Jardim, foi a vez da viatura de combate a incêndio ser recolhida devido problemas mecânicos sem que outra reserva do mesmo tipo fosse enviada para a seção dos Bombeiros do município. Ou seja, já é a terceira vez que a unidade fica sem algum tipo de viatura em menos de três meses.

A Seção de Bombeiros de Belo Jardim, que no passado já chegou a atender seis municípios, atualmente é responsável por atender, além de Belo Jardim, São Bento do Una e Tacaimbó. Juntos os três municípios concentram uma população de 148.053 habitantes, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Histórico de problemas

Não são as primeiras vezes, de 2018 até agora, que há registros de problemas com as viaturas da Seção dos Bombeiros de Belo Jardim. Em anos anteriores, a população do município já chegou a sofrer com a falta de viaturas e equipamentos novos na corporação local. Inclusive o assunto chegou a ser destaque em meios de comunicação da imprensa estadual como TV Jornal e Jornal do Commercio. Em junho de 2012, como mostra a foto abaixo, o assunto foi destaque nas páginas do Jornal do Commercio:

Foto: Arquivo/Reprodução Jornal do Commercio

A situação reforça um possível desgaste da frota de viaturas do Corpo de Bombeiros de Belo Jardim, realidade bem diferente de outros municípios pernambucanos que, recentemente, foram contemplados com a inauguração de seções do CB com frotas novas e bem equipadas.

Nos últimos quatro anos, o CB ganhou novas unidades com novas viaturas em municípios como Arcoverde, Toritama, Afogados da Ingazeira, Salgueiro, Bom Conselho, entre outros. Somente em 2018, por exemplo, unidades dos Bombeiros foram inauguradas com viaturas e equipamentos novos nos municípios de Pesqueira, Bonito, Carpina, São José do Egito, Floresta, São José do Belmonte e Surubim. Isto é, situação bem distinta da registrada na Seção de Bombeiros de Belo Jardim. Veja nas fotos abaixo:

Viaturas novas na recém-inaugurada Seção de Bombeiros de Pesqueira | Foto: Reprodução Pesqueira Em Foco

Viaturas novas no recém-inaugurado Grupamento de Bombeiros de Carpina | Foto: Reprodução Blog Informativo Wildes Britto

Viaturas novas na recém-inaugurada Seção de Bombeiros de São José do Egito | Foto: Reprodução Site Repórter do Sertão

A reportagem do BJ1 entrou em contato – por meio das respectivas assessorias de comunicação e imprensa – com a Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS-PE) e com o Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco (CBMPE).

A Central de Comunicação do CBMPE enviou a seguinte nota: “O Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco mantém em suas unidades, viaturas com perfeitas condições de uso, seguindo as orientações dos respectivos fabricantes para os serviços de manutenção rotineiros. Como esses veículos rodam bastante e realizam trabalhos constantes, é natural que aconteça o desgaste das peças. Nos municípios de maior importância, com grande desenvolvimento industrial e comercial e alta densidade populacional, como é o caso de Belo Jardim, mantém viaturas de reserva justamente para serem utilizadas nessas ocasiões. A Seção de Bombeiros de Belo Jardim conta com duas unidades de auto resgate (AR), para atendimento a vítimas dos mais diversos tipos de acidentes, e duas unidades de auto bomba tanque (ABT), para o combate a incêndios nas cidades e nas áreas rurais.”

No entanto, a reportagem do BJ1 verificou in loco por diversas vezes durante todo o fim de semana e não constatou nenhuma viatura de resgate na SB de Belo Jardim.

print