Reprodução/TV Jornal

Um caso de estupro denunciado com exclusividade pelo BJ1 chocou os moradores de Belo Jardim, no Agreste de Pernambuco. Uma mulher de aproximadamente 30 anos foi estuprada ao lado da 15° Delegacia Seccional de Polícia Civil do município. O estupro ocorreu no dia 22 de fevereiro deste ano, por volta das 18h20, mas o caso só veio à tona no último final de semana após o advogado da vítima procurar o BJ1 para denunciar o crime.

Devido à grande repercussão, a TV Jornal Interior veio até o município e conversou com a vítima, que não quis se identificar. Ela contou que o criminoso estava com uma faca e a abordou dando uma grava em seu pescoço. “Lá na rua não tinha ninguém, é bem escuro. Aí me pegaram com muita força pelo pescoço, e me arrastou dentro do carro abandonado. Aí ele fugiu. Ele me jogou dentro do carro virada de costas, aí eu não vi para onde ele ia”, disse.

A mãe conta que ficou apavorada após a filha contar tudo que tinha acabado de acontecer e diz que foi imediatamente procurar a delegacia, mas estava fechada. “Na hora que ela chegou em casa e disse: “mainha eu fui assaltada”. Eu disse o que? “E estuprada”, não esperei nem detalhes algum, sai correndo eu e minha outra filha, correndo para a delegacia e ao chegar, estava fechada. Aí minha filha bateu bastante na grade e saiu uma pessoa, até então eu não sabia que era o delegado. Aí ele disse: “Já fechou o plantão”. Até minha filha disse assim: “Já fechou o plantão, mas minha irmã acabou de ser estuprada aqui”. Até ela usou essa palavra: “nos seus carros”. Aí ele disse: “O que”? Aí foi quando ele abriu a porta e foi nos ouvir” detalhou.

Procurado para falar sobre o caso, o delegado responsável pelas investigações preferiu não se pronunciar para que as informações não atrapalhem o processo.

print