Compesa / Divulgação

Sem água nas torneiras desde a segunda quinzena de novembro de 2018, quando a barragem do Bitury entrou em situação de pré-colapso e logo em seguida em colapso, os moradores de Belo Jardim, no Agreste de Pernambuco, esperam ansiosos pela água do Rio São Francisco, que deveria está abastecendo a cidade desde novembro do ano passado.

+ Quem estiver há mais de 30 dias sem água em casa, pode pedir isenção de conta na Compesa

+ Água do S. Francisco chega a BJ, mas rompimento atrasa abastecimento, diz Compesa

+ Compesa estipula novo prazo para abastecimento em Belo Jardim

Quase dois meses se passaram desde então e a população do município não tem uma previsão exata da Companhia Pernambucana de Abastecimento (Compesa), para que a água chegue nas torneiras.

Nesta quinta-feira (17), o gerente regional da companhia, Gilvandro Tito, informou que houve um atraso. “Até às 16h00 horas terminaremos o último reparo da adutora e ainda hoje (17) iremos começar o novo teste da Adutora do Agreste com previsão da água chegar em Belo Jardim até o final desta semana”, garantiu.

Ainda segundo Gilvandro, quando a água chegar na estação de Belo Jardim passará pelo tratamento e depois será liberada para a cidade, mas será distribuída gradativamente. “Assim que começamos a distribuir iremos divulgar um calendário de abastecimento”, explicou.

print