Reprodução/Facebook

A cadela carinhosamente chamada de Vitória morreu na manhã de hoje, 18 dias após ser vítima de ataque com produto químico no dia 29 de agosto, em Belo Jardim, no Agreste de Pernambuco. A informação foi dada pela ONG Anjos da Rua, que fez o resgate do animal e manteve a cadela sobre cuidados na Clínica Amigos do Pelo.

O caso da cadela Vitória repercutiu em todo o estado após fotos da cachorra ferida circularem na internet. A suspeita de jogar o produto químico no animal foi identificada pela Polícia Civil como Josefa do Nascimento Batista, de 53 anos. Ela foi detida no dia 30 do mês passado e levada para a delegacia. A mulher prestou esclarecimento sobre o caso e foi liberada.

De acordo com a ONG, que fez o resgate, a cadela estava curada da infecção e doença do carrapato, mas o quadro neurológico não avançava. Através de uma rede social, a ONG lamentou a morte e agradeceu a todos que oraram e apoiaram o animal.

Confira o comunicado ONG na íntegra:

“Ao resgatar-mos Vitória, começamos a sonhar com a sua recuperação e o fim do seu sofrimento, apesar de muito assustada e de todo o trabalho no seu resgate, acreditávamos que ela iria entender um dia que nem todo ser humano é mal. Mas nosso sonho acaba hoje.

Agradecemos a todos que oraram, se comoveram e nos apoiaram. Em todos os momentos, a motivação e sede de justiça de vocês nos fizeram ir além. 
Deus permitiu que Vitória fosse o alvo, para que finalmente a causa animal em nossa cidade e região passasse a ter mais atenção e visibilidade.

Agradecemos a clínica @Clinicaamigosdepelo que acolheu Vitória e em todos os momentos e que fez o possível para sua recuperação. Os traumas de Vitória foram além da pele, o seu sofrimento e todas a junção de doenças descobertas ao decorrer do tratamento culminou hoje no seu descanso. Vai em paz Vitória, você será sempre lembrada!”

print