Reportagem/BJ1

Em uma entrevista ao programa “Em Defesa do Povo” da Rádio Bitury FM na manhã desta terça-feira (09/05) o gerente regional da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), Gilvandro Tito, falou que a água captada pela Barragem Pedro Moura Júnior, da adutora do Ipojuca, poderá ser utilizada para complementar o abastecimento de água em Belo Jardim.

No início de abril o reservatório alcançou cerca de 10% da sua capacidade total e conta atualmente com 4 milhões de metros cúbicos de água. De acordo com o gerente, amostras da água foram coletadas e enviadas para o laboratório da companhia no Recife para analisar a qualidade da água e se ela está apropriada para o consumo humano. Caso os resultados sejam positivos, a água será enviada para a estação de tratamento e poderá ser utilizada no abastecimento da região.

O gerente ainda comentou sobre o rodízio de abastecimento que está sendo aplicado em Belo Jardim, que atualmente é de 5 dias com água nas torneiras e 15 dias sem. De acordo com ele, o município está recebendo água do Rio São Francisco através da adutora do Moxotó.

No entanto, a vazão de água captada por ela é insuficiente para atender a toda a região. Gilvandro informou que a vazão atual é de 450 litros por segundo, enquanto que o ideal seriam 2 mil litros de água por segundo.

Essa quantidade está prevista para ser alcançada com a construção de um ramal do agreste, que irá captar mais água para a região. Essa obra, contudo, está atrasada por falta de recursos federais e possui previsão para ser concluída apenas em 2022.

A vazão insuficiente de água também é o motivo pelo qual nem todos os bairros recebem a mesma quantidade de água. O gerente regional destaca que o sistema trabalha com a força da gravidade, com isso as partes mais altas acabam recebendo abastecimento por menos tempo devido a pressão necessária para que o líquido chegue até o local.

Ele ainda deixou claro que as pessoas que não receberem água durante o período de 30 dias devem procurar a loja da Compesa, com a conta de água em mãos. Caso seja confirmado que o cliente não foi abastecido durante o período a conta será cancelada e não será necessária realizar o pagamento referente à ela.

Ampliação

As obras de ampliação da Barragem Pedro Moura Jr. foram concluídas em agosto de 2017. A obra, iniciada em março de 2016, foi feita através de emendas parlamentares de autoria do ex-deputado federal e ex-ministro da educação Mendonça Filho.

A ampliação de 1 metro e 60 centímetros no paredão permitiu que o reservatório ampliasse a sua capacidade de armazenamento de 29 milhões de metros cúbicos para 35 milhões e beneficiou mais de 170 mil pessoas, de Belo Jardim e cidades vizinhas.

Orçada em R$5,4 milhões, a obra recebeu R$4 milhões em emendas parlamentares de Mendonça Filho e o restante foi repassado pelo Governo do Estado.

print