Foto: Agência Brasil

JC Online
Com informações do portal UOL

A partir da próxima quarta-feira (23), a Petrobras anunciou que reduzirá os preços de diesel e gasolina nas refinarias. A petroleira afirma que a conclusão foi tomada após as discussões dentro do governo e aos protestos dos caminhoneiros por todo o País.

De acordo com a estatal, o valor do diesel será reduzido em 1,54%, para R$ 2,3351 por litro, no primeiro corte desde 12 de maio, após sete altas seguidas. Já a gasolina diminuirá em 2,08%, para R$ 2,0433 por litro, a primeira redução desde 3 de maio.

No entanto, as mudanças nos preços não chegarão necessariamente ao consumidor final na bomba. Os postos terão a liberdade de aplicar ou não o reajuste, e na porcentagem que desejarem.

JULHO PASSADO

No ano passado, necessariamente no mês de julho, a Petrobras adotou uma nova política de preços. A nova metodologia previa alterações quase que diárias nas cotações dos combustíveis, em linha com o mercado internacional.

PROTESTOS

Na manhã dessa segunda-feira (21), os caminhoneiros fizeram um protesto no quilômetro 83 da BR-101, em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife (RMR). A manifestação, que faz parte de uma mobilização nacional contra o aumento do diesel, teve início às 10h33 e só foi finalizada às 22h45. Além da RMR, houve protesto também em Belo Jardim, no Agreste de Pernambuco. 

Os caminhoneiros pediram a redução da carga tributária sobre o diesel. Reivindicam a zeragem da alíquota do PIS/Pasep e Confins e a isenção da Cide (Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico). Os impostos representam quase a metade do valor do diesel na refinaria. Segundo eles, a carga tributária menor daria fôlego ao setor, já que o diesel representa 42% do custo da atividade.

print