Mototaxista foi morto com tiros na cabeça enquanto pilotava motocicleta na zona rual de Belo Jardim. Foto: Reprodução / Whatsapp

De acordo com dados oficiais da Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS-PE), 17 assassinatos já foram cometidos em Belo Jardim, no Agreste de Pernambuco, entre os meses de janeiro e maio deste ano. O número de mortes já é igual ao total de crimes registrados em 2010.

Se contabilizado os dois homicídios registrados este mês em Belo Jardim, em que um mototaxista foi assassinado com tiros na cabeça e o corpo de uma mulher foi encontrado com perfurações de arma branca, as mortes violentas chegam a 19, superando em apenas seis meses o número de assassinatos cometidos durante todo ao ano de 2010.

Janeiro é o mês mais violento este ano, com seis crimes letais registrados, seguido por fevereiro, com cinco, março três, abril dois, maio um e junho dois (até agora).

2017 foi o ano mais violento desde a criação do Pacto Pela Vida em Belo Jardim

Com 62 mortes registradas, 2017 é o ano mais violento desde a criação em 2007 do programa Pacto Pela Vida, do Governo do Estado. Já 2016 contabilizou o dobro de mortes violentas em relação a 2015.

Violência em Pernambuco

Com 355 Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) em maio, o Estado contabiliza 1.944 assassinatos nos cinco primeiros meses do ano, uma média de 12,8 por dia. Embora represente uma redução de 22,19% em relação ao mesmo período do ano passado, o número continua mais alto do que em anos anteriores, chegando a ser 43,5% maior do que em 2013, o melhor ano do Pacto, com 1.355 homicídios entre janeiro e maio. Comparando a 2014, o aumento é de 34,5%, a 2015, 20% e a 2016, 13,6%.

Número de assassinatos por ano em Belo Jardim

2004: 15 Mortes
2005: 31 Mortes
2006: 27 Mortes
2007: 31 Mortes (Ano de criação do Pacto Pela Vida)
2008: 20 Mortes
2009: 19 Mortes
2010: 17 Mortes
2011: 27 Mortes
2012: 21 Mortes
2013: 28 Mortes
2014: 27 Mortes
2015: 31 Mortes
2016: 39 Mortes
2017: 62 mortes
2018: 19 (até agora).

print