Divulgação / PRF

Durante a operação ‘Circulo de Fogo’, a polícia encontrou um desmanche de carros e ainda autuou bares que funcionavam clandestinamente em Belo Jardim, no Agreste de Pernambuco, nessa segunda-feira (28). Ao todo, 121 veículos foram apreendidos e 16 pessoas foram presas.

Durante a fiscalização, foi descoberta uma oficina onde funcionava um desmanche de carros roubados. O proprietário fora preso em setembro de 2018 e teve sua prisão preventiva decretada em audiência de custódia. Nove veículos encontrados no local apresentavam indícios de adulteração, além de serem apreendidas inúmeras peças nos cômodos do imóvel, que possui três andares.

“A gente deflagrou essa operação em conjunto com a Polícia Militar e a Polícia Rodoviária Federal pra reprimir o comércio de motocicletas ilegais, carros também, mas principalmente motocicletas devido ao alto número de furtos, roubos e receptação, além de motocicletas que são apreendidas aqui pra delegacia com sinais identificadores reprimidos”, explicou o delegado de Belo Jardim, João Carlos.

Na ocasião também foi realizada a Operação Bar Seguro, através do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar, visando à fiscalização de bares e estabelecimentos congêneres em funcionamento irregular.

Resultados

Ao todo foram recolhidos pela Polícia Rodoviária Federal e Polícia Civil 121 veículos, dos quais 112 motocicletas e nove carros em situação irregular, resultando em cinco autos de prisão em flagrante delito e dois Termos Circunstanciado de Ocorrência.

Pelo corpo de Bombeiros foram interditados 10 bares, incluídas duas casas de prostituição. Pela Secretaria da Fazenda de Pernambuco (Sefaz-PE) também foram realizadas abordagens, sendo lavradas seis autuações das quais o total em mercadorias apreendidas soma R$ 737.000,00.

Os procedimentos instaurados e as investigações ficarão a cargo da 104ª Delegacia Circunscricional de Belo Jardim.

A operação foi coordenada pela Secretaria de Defesa Social (SDS), a partir de um planejamento realizado pela Polícia Rodoviária Federal, polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros e Secretaria da Fazenda Estadual (SEFAZ).

A Delegacia da PRF em Caruaru contou com o apoio do Núcleo de Operações Especiais (NOE), do Grupo de Motociclismo da Regional (GMR) e de agentes da Polícia Civil. Ao todo, foram fiscalizados 343 veículos e 400 pessoas, sendo emitidos 504 autos de infração por diversas irregularidades.

print